viela de descobrimentos

13 02 2008

O cheiro da tinta se armava contra ela, já arrependida, prostrada diante do futuro modelado por outras mãos. Sentia todos os odores buscando sentido, servindo-se de negativas e afirmações sem chegar a lugar nenhum. Até o cachorro andava a esmo, embriagado pela casa, patinha atrás de patinha – também prostrado.

Percorreria mais corredores de portas fechadas, à procura do abrigo perfeito. Nunca o encontraria em tal casa. Bastava tentar absorver-se para transbordar, em vômitos, tudo o que sentia, tudo o que era. O corredor era estrada e encruzilhada de caminhos mudos – fazendo estremecer de responsabilidade seus joelhos, articulação e calcanhares. Não era som de passos, não cântico passado, não podia ser pássaro: das grades que os azulejos montavam, surgiam os pés cambaleantes.

Linhas tortas e incertas, linhas paralelas. Nenhuma linha para escrever uma história. Um bit e um byte para embranquecer sua memória sem espaço para novos processamentos. Um fio até a outra voz. Teclado descende contentamento através de calendários veloz. Ela sussura suas pausas com medo de parecer fraca e, por isso, desliga – se: vai adiante na contramão, solta em si mesma, mas presa em suas próprias expectativas de si.

O comercial termina, ela se vê na televisão, está dentro dela, na grade da programação, enquadrada no padrão que desconhece, desmerece-a, emudece quando os olhos calam. Pratica todos os canais até passear fora ar. Era outra forma de enxergar esse seu lugar, o mesmo corredor de encruzilhadas em que se perdia, presa em seus azulejos. Estaria encarnada no medo ou embalsamada de freios?

Segura a direção menina, que sempre tem saída quando não se tem idade ainda. Tem sempre uma manhã para zombar do seu desespero nortuno.

Anúncios

Ações

Information

One response

15 02 2008
Nata

Que bom que existe a manhã, ainda que seja chuvosa e sonolenta!…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: