uma fragilidade simples

30 03 2008

precisaria enxergar para poder ver qualquer coisa que não fosse aquele sentimento que carregava em si. aquele que ocupa sua mente neste exato agora.

precisaria entender para não deixá-lo à toa? mas é necessário força para cuidar dessa dor de existir. alma penada, me empresta suas penas? presenteia-me com tuas angústias, pois minhas reação é reprimir. quero permitir-me a vulnerabilidade.

olhar de longe é perceber-me sendo. quem tem medo de alma penada?

Anúncios

Ações

Information

One response

2 04 2008
Paulinha Felix

Retribuindo a visita!

Realmente não tinha pensado nisso que vc comentou… Mas fiquei feliz em conhecer este espaço, em especial pelas fotografias, que são incríveis! Muito grata por adicionar meu blog entre os seus favoritos e parabéns pelo seu trabalho!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: