controle é forca

10 05 2009

amordaçada
inaptidão para a vida
desprezo
moleza
descaso
preguiça

Obrigação, obrigada!

de presente, uma presença
não tão bem humorada
mas nenhuma iniciativa
mais nenhuma jornada
concordância inexata
é preciso deixar tudo às claras
estando tão nublado e frio
o tempo todo?

quero jazer nesse desgosto
de nada ter
e ser nada

se é coragem que me falta
o que está em jogo nessa rodada?
mãos cerradas
olhos tensos
não posso bater
nem dar a carta errada
situações delicadas
costumam me vencer

como meu telefone tocar
cinco vezes
e’u não encontrar
forças pra atender
ou me trocar pra sair

Não!

Compra um eu pra mim?
Que saia e faça festa?

vontade
querer
força

porque o controle é uma forca
onde sufoco
peso

como me ensinei a me enganar?
quando aprendi a desejar?

estou entregue
até que a corda cede
agora meu corpo contorce no chão
asqueroso, fede
sobreviveu um eu inerte

me acerte
que esse peito não tem coração

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: