caminho de luzes

28 12 2010

“o certo do acaso previsto”
jogue destino cruzado
sem trapacear traçados, tratos
e não pegue atalhos

reverencie as regras do jogo
atuando de improviso
sabendo-as de coração e malícia
acompanhando o compasso

só é bonito, se você dançar no ritmo
acontece como nos filmes
saiu no jornal de ontem

além dessas paredes
a porta me deixa em qualquer lugar,
seleciono:
compro a passagem,
navego.

transpiro no tabuleiro.
jogadas incríveis,
batidas perfeitas!
olho-me no canto do olho
é só um de nós que, por uma brecha, enxerga além da fronteira do ego, contando-nos parábolas acerca da realidade.
essa é minha mensagem para nós mesmos.

como expandir o vidro para enxergar melhor?

o cheiro de lírios,
delírios acesos
apagam

você, veja…
amarga
um pouco,
mas é bom

O tempo perguntou pro tempo quanto tempo o tempo tem.
o tempo trava
o vidro fala
o curinga ameaça
o dado paira
o som cala

todos os momentos cabem num só

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: