carta de amor, ódio, devoção e amizade

26 01 2011

vou me mudar logo logo.

quando um desejo se torna necessidade? (se mudo de letra, é porque alterei também o tom de voz e seu ritmo) (perdoe-me as incongruências). como aguentar a si sendo a mesma pessoa durante tanto tempo?

gostaria de saber, por exemplo, o que minha irmã “realmente” acha de mim. (se é que realmente realmente existe ou padece de reconfiguração conceitual, visto que chegamos ao concenso sobre a decadência do absolutismo em relação à verdade, perdendo para a pessoalidade das criações individuais). quero saber, na “verdade” como ela se sente a respeito da minha pessoa hoje em dia.

penso que minha irmã se alastra pelas paredes, dominando tudo. perdendo-se nas rédias com as quais manipula suas testemunhas e parceiros. perfeita, segundo suas próprias regras. quão conviniente são as leis que escolhe para se nortear. acredita em sua própria realidade com tanto vigor que atraia admiradores fiéis, entretando temporários. e supera-os com orgulho de rainha.

se chora, é porque é humana, liderada pela vida e quem a criou. subalterna de sua própria realidade, Renata é uma rara cópia autenticada de um original apagado de si, cheio de dúvidas, medos, preconceitos, qualidades, certezas, fraquezas e muito vigor.

tudo o que se tece é planejado para aparentar bem por fora, sem que se considere o interior. Renata não usa meias ao contrário ou come frango na praia, mas sorri envergonhada e feliz atrás de um pacote de salgadinho caro e chique diante da farofada. na minha intimidade chamo ela de teilata.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: