quantum amor

26 04 2011

transpiro.
o movimento é tão cíclico quanto o estelar.
dando voltas por sobre o sair e entrar no indefinível campo da percepção.

transpiro:
suor sobre a pele,
água brotando do meu corpo
avisando… (o que seja!)

transpiro! é o que percebo!

suar a pele

e, ao ouvir isso,
ter o corpo invadido por uma sensação de lembrança
(apesar de nunca nenhuma primeira vez ter acontecido)

negar pecados a todo custo
faz medo brotar feito água na pele
quando somos confrontados e julgamo-nos em perigo

milhões de microsentimentos brobulham numa panela fervente
durante todo o microsegundo em que existem
o calor da panela, do corpo, transforma isso em tesão e demos nome de amor

amor não é nada mais nobre que isso
micros segundos de micros entimentos
tem quem diga pecado
e condene um amor bem feito

só por se ter apalavreado, decretou-se uma existência
amor acontece quando o universo transpira
inspirando lábios para a dança
de eternos big-bangs

um indefinido quantum disso pode pesar mais que o seis conhecidos sóis inteiros
o google contou

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: