cultura

3 05 2011

mariposas camuflando os azuleijos da cozinha estão alertando um fenômeno atípico? das cinzas dos nossos pais estamos recriando os mínimos detalhes da civilização.

palavras são rótulos transitórios para significantes indescritíveis. requer malícia adaptar-se às regras de sentido e determinismo, sem perder a harmonia com a natureza. cultura é o limite delicado entre o eu e nós, característica pela qual nos achamos no direito de chamar-nos humanos e, talvez por conseguinte, fez-nos cair no erro de considerar-nos superiores.

quantas culturas, além da humana, não se distribuem por sobre a terra e dentre os céus?

quanto da cultura tenho eu reproduzido, repetido, reformulado, respeitado, repreendido, renegado, relevado? é tão ilógico para mim fugir dela quanto seria para um joelho querer desligar-se da perna. o que faria, fora da
sua cadeia funcional?

os humanos esqueceram que são bichos e, portanto, cheiram, escutam, olham, sentem, resoam? nossa forma de ressoar pode ser com palavras, mas é principalmente por conta dos traços e vestígios que deixam nossas ações. sob um olhar antropológico, pode-se enxergar cada geração dando seu passo para o caminho em que estamos. é possível prever reações expectativas como quem observa a mariposa que, como cameleão, se adapta ao cinza das cidades.

cultura é o que sabemos dela. cultura não está na televisão, no cinema, no teatro, nem na rua. cultura é o passo de todo dia que todo mundo dá quando vai pro trabalho segunda de manhã numa ressaca da porra e posta, de dentro do ônibus, um comentário jocoso sobre o pirraia ao seu lado que, roncando, perdeu a parada. cultura é ônibus lotado na chuva, rua alagada, engarrafamento, zodíaco, smile-detector numa cibershot, irmã rica, mãe sapatão, assalto às 14h de dentro do carro na agamenon, balada de louco, drogas, veganismo, obama e internet.

cultura é como a gente se insere no cotidiano.

Anúncios

Ações

Information

One response

3 05 2011
milena

e é tanto isso, guarinha. e a gente nem pra se dar conta… tô cansada de atropelo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: