cuidado com os olhares

23 05 2011

Não me acostumo nunca com o jeito que os jornais contam seus relatos do dia. Não me convence o que eles elegem por visitar e contar-me depois.

Acreditam que suas fichas técnicas se bastam como atestado de realidade. Sabemos mais quando participamos e podemos contar aos outros o que nossos próprios olhos tocaram. Não tento mascarar nada quando conto, não tento me eximir de minhas próprias palavras. Estou sujeita ao modo como as escolho e o ritmo que forneco para que elas dançem.

(A partir do minuto 52, por favor)

Podemos enxergar o mundo se inserindo ou se adaptando. Eu escolho a primeira alternativa. A segunda é para os que não escolheram nada ou não pensaram nunca sobre o assunto. A segunda é para os indecisos e aos que faltam coragem. A segunda é para quem tem vergonha.

Os que escolheram podem já ter sido chamados de imorais, contra-a-lei, rebeldes, baderneiros, mafiosos e também heróis. As escolhas que fazemos são no dia-a-dia. Pelo jornal que lemos, estamos nos inserindo ou simplesmente adaptando. Leia um jornal que reflita suas crenças. Ou procure saber você mesmo o que está acontecendo.

Os jornais costumam ter perfis políticos perigosos.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: